Entrevista exclusiva com a banda de Heavy Metal Imari Tones

 Entrevista com a banda japonesa Imari Tones

Imari Tones é uma banda de Heavy Metal assumidamente cristã, que com seu som pesado leva a simplicidade do Evangelho. E nesta entrevista exclusiva eles falaram sobre a carreira, o cristianismo no Japão, o novo álbum, e ainda deixaram uma mensagem especial para os fãs brasileiros.

Antes das perguntas preparamos um perfil dos integrantes para você:

Imari Tones - integrantes

Tak
Função: cantor e guitarrista
Idade: algo perto dos 30
Tipo sanguíneo: O
Hobby: andar de skate
Banda favorita: Bloodthirsty Butchers
Coisa importante: fazer música de um jeito que ninguém mais faça.

Hassy
Função: baixista
Idade: algo perto dos 30
Tipo sanguíneo: O
Hobby: Assistir futebol
Músico favorito: Elvis Costello
Coisa importante: Saber a diferença entre o bem e mal.

Jake
Função: baterista
Idade: algo perto dos 30
Tipo sanguíneo: B
Hobby: Cozinhar
Grupo musical favorito: T.A.T.u.
Uma coisa importante: sempre para servir, não para ser servido.

Agora vamos as perguntas!

Cecília Bohrer: Quando vocês decidiram formar uma banda?

Imari Tones: Foi um processo gradual e não sei dizer exatamente quando, mas eu (Tak) decidi fazer uma banda em 2003, o que acabou acontecendo em 2004, com as pessoas certas.

Cecília Bohrer: Como foi o início de sua carreira?

Imari Tones: No início tocávamos algo mais alternativo com uma pegada de punk, ainda não tocávamos metal como atualmente. Isso foi muito divertido e às vezes queremos tocar as músicas daquela época.

Cecília Bohrer: Imari Tones é a primeira banda cristã de heavy metal no Japão. Como é isso para vocês?

Imari Tones: É uma honra. Mas, ao mesmo tempo, queremos mais bandas de heavy metal que corajosamente proclamam o amor de Cristo.

Cecília Bohrer: Quais são as dificuldades de tocar heavy metal no Japão?

Imari Tones: Em primeiro lugar, diria que não temos tantos lugares para tocar música alta. Segundo, como um banda cristã, muitas igrejas no Japão não aceitam o heavy metal. Então cena heavy metal japonesa tem se tornando uma pequena comunidade que compartilha sua audiência com os fãs de anime. Nós amamos animes, mas às vezes acaba embasada a fronteira entre o metal e Jpop.

Cecília Bohrer: O que vocês sentem quando piso no palco?

Imari Tones: Ficamos super nervosos e oramos para que possamos desempenhar o nosso melhor.

Cecília Bohrer: Onde vem as idéias para suas músicas? E os videoclips?

Imari Tones: A ideias para canções, nós nunca sabemos. Nós acreditamos que Deus é toda a nossa fonte de inspirações. Já para os videoclips, bem, nós certamente produzimos muitos videoclips no YouTube e todos de forma independente. Mesmo com nosso orçamento pequeno e tentamos arduamente continuar com ideias boas e engraçadas. É tudo baseado no que somos e onde estamos. Basicamente, estamos tentando mostrar às pessoas quem nós somos de verdade.

Cecília Bohrer: Como é o cristianismo no Japão?

Imari Tones: É muito pequeno, com certeza. Mas alguns deles são muito apaixonados. Hoje no Japão, a maioria das pessoas não pertencem a uma religião e é totalmente normal. Assim, mesmo que o cristianismo não seja algo oficial ou cultural, eu acredito que muitas pessoas estão “abertas” para receber Jesus.

Cecília Bohrer: Qual foi o melhor momento da sua carreira? E o mais difícil?

Imari Tones: Tivemos tantos bons momentos. No ano passado, tivemos 3 momentos decisivos. Um deles foi quando lançamos “Calling Records”, junto com outras bandas cristãs. O segundo foi quando tocamos no Matsubarako Vibration Jam em Nagano, este é um famoso festival de rock cristão. E em terceiro, foi quando cantamos um louvor junto com o público em um show especial em Shinjuku, durante o The Extreme Tour Japan. Este foi um momento maravilhoso.
Por outro lado, o momento mais difícil com certeza é agora. Porque nós estamos estamos produzindo músicas bem difíceis de tocar, e acredito que tempos mais difíceis virão.

Cecília Bohrer: A música asiática é cada vez mais ouvida no mundo, isto fez as pessoas estarem mais interessadas no trabalho de vocês?

Imari Tones: Acreditamos que sim. E é uma coisa boa saber que músicos asiáticos são cada vez mais ouvidos.

Cecília Bohrer: Vocês têm feito shows em diversos lugares do mundo. De todos os lugares que tocaram, qual mais gostaram?

Imari Tones: É uma pergunta difícil. Uma das igrejas que tocamos no ano passado tinha um excelente equipamento de som e foi maravilho. Mas, permita-me dizer que amamos tocar nos bares locais, mesmo se eles sejam pequenos.

Cecília Bohrer: Vocês pensam que fazer um show no Brasil?

Imari Tones: Nós definitivamente queremos visitar o Brasil. A banda do meu amigo Saluki, um das poucas bandas de rock cristãs no Japão, tocou no Brasil, numa cidade chamada Manaus e fizeram um grande show. Ele me disse que foi muito bom. Mesmo que não seja um grande show, nós definitivamente queremos visitar o Brasil, fazer shows e fazer amigos.

Cecília Bohrer: Vocês estão gravando um novo álbum chamado “Jesus Wind”, que é sobre a história japonesa. Como surgiu esta ideia?

Imari Tones: Ssempre foi o nosso sonho fazer um álbum conceitual baseado na história japonesa. A história japonesa a partir de um ponto de vista cristão. Este será um álbum conceitual bem pesado, bem heavy metal. Muitas bandas de metal fazem isso, mas nós queremos fazer isso de uma maneira cristã. Além disso, a história japonesa significa a nossa identidade como uma banda japonesa.

Cecília Bohrer: Que surpresas os fãs podem esperar do novo álbum?

Temos sido uma banda de que toca um tipo de heavy metla mais feliz, como Van Halen por um exemplo. No entanto, neste álbum as coisas vão ficar mais sérias e dramáticas. Está baseado na história, e a história humana está cheia de tragédia. Por isso, tem mais músicas tristes e melancólicas, o que deve surpreender alguns de nossos fãs. No entanto, no geral, podemos garantir que será nosso álbum mais intenso, e ele está mais pesado do que nunca.

Cecília Bohrer: Como os fãs brasileiros podem adiquirir seus álbuns?

Imari Tones: A melhor maneira é deencontrá-los, é on-line pelo iTunes, Spotify e Amazon. No entanto, para quem deseja CDs reais pode comprá-los diretamente através de nossa página no Bandcamp. Já aviso que pode demorar para chegar, normalmente leva 2 semanas, considerando que  estamos enviando do Japão.

Cecília Bohrer: O que gostaria de dizer para os fãs brasileiros?

Imari Tones: Continuem agitando e nunca parem de acreditar! Rock’n’roll é mais do que apenas ruído. É um som da vida! Muito obrigado pelo carinho!

A banda gravou um vídeo exclusivo para o site. Assista:

Acompanhe-os nas redes sociais:

FACEBOOK, YOUTUBE e SITE

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s