A submissão aos olhos de uma feminista cristã

A submissão aos olhos de uma feminista cristãTalvez este título tenha te assustado, e esta foi a minha intenção. Porque muitas vezes quando se pensa na independência feminina no meio cristão, o casamento e principalmente a submissão entram em pauta. Como estas mulheres, independentes e que lutam por direitos iguais na sociedade, veem a submissão instituída por Deus?

Primeiro, quero deixar claro que não quero a soberania feminina, quero a igualdade. Não sou uma feminista levantando a bandeira de “morte aos homens”, eu apenas não consigo entender porque não é óbvio que homens e mulheres devem ter os mesmos direitos. Bem sei que fisicamente somos diferentes, mas em direitos? Não, isto não. Não consigo entender. Mesmo porque o milagre mais verdadeiro e grandioso do universo, que é a salvação em Cristo Jesus, foi concedido a ambos.

Para mim, uma garota que cresci admirando a mãe por trabalhar fora, estudar e ainda cuidar da casa e dos 4 filhos, sempre foi difícil pensar na mulher como sexo frágil. Assuntos como a submissão no casamento, eram complicados, mesmo minha mãe sendo submissa ao meu pai, durante todo o casamento. Por muito tempo questionei e debati o tema, dentro e fora da igreja. Eu não entendia. Então no momento que tive um verdadeiro encontro com Deus, comecei a orar por isto. Comecei a orar, para que Deus me mostrasse o significado de tudo isso.

Depois de uma noite de muita oração, abri a Bíblia em Efésios 5:22,23, que diz assim “Vós, mulheres, sujeitai-vos a vossos maridos, como ao Senhor; Porque o marido é a cabeça da mulher, como também Cristo é a cabeça da igreja, sendo ele próprio o salvador do corpo”. Meditei sobre cada palavra deste texto, orei por cada palavra deste texto. E senti o Espírito Santo falar através de mim e para mim, dizendo que a submissão tinha uma condição. E que condição seria esta? De que para a mulher ser submissa, o homem deve amá-la assim como Cristo ama a igreja. O homem deve cuidar, proteger, perdoar, ouvir, nunca abandonar, nunca mentir, sempre agir pensando no melhor para sua esposa, literalmente estar disposto a dar sua vida pela família. Difícil, né? Fácil é dizer como uma mulher deve agir, sem pensar que para isso ela deve ser amada incondicionalmente, e que isso quase nunca acontece.

Mas o que seria a submissão bíblica? Obediência total? Escravidão? Não. Não mesmo. A submissão é justamente a resposta deste amor. É o consenso. É a escolha mutua. É justamente agir da mesma forma. É amar incondicionalmente de volta, é o respeito, é o perdão, é viver juntos “sob a mesma missão”, que é viver a vontade de Deus.

Quando compreendi o que era realmente a submissão, vi que a maioria das pessoas ainda não entendeu o que é. Na verdade vivem se enganando, justificando seus atos covardes em algo que eles não entendem e aparentemente não querem entender. De todo coração, espero, que estas palavras façam vocês perceberam que querer direitos iguais, não é ir contra os mandamentos de Deus. Na verdade, é querer que eles sejam vividos cada vez mais em espírito e em verdade.

Anúncios

10 comentários sobre “A submissão aos olhos de uma feminista cristã

  1. Caraca, como o tempo passa. Parece que foi ontem você discutindo por futebol no Twitter como @ciargentina. Agora você escreve textos tão profundos e bonitos como este. Parabéns sua doida e agora sabia garota.

    Curtir

    1. Quanto tempo tem isso, misericórdia. O tempo realmente voa.
      Muitas coisas mudaram desde então, e eu tenho tentado ser melhor a cada dia, fico feliz que alguém que me acompanha desde as loucuras da @ciargentina, ainda esteja aqui. Muito feliz mesmo. Abração.

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s